Falhas no 190 afetam atendimento a população

O principal canal de emergência da Polícia Militar, o 190, passa por problemas operacionais que dificultam o atendimento a população.

Quem telefona para o número pode ser surpreendido por uma espera de mais de meia hora. Em alguns casos, nem consegue falar com a central. Há ainda reclamações sobre a falta de preparo de funcionários e de erros no sistema de tecnologia.

A Secretaria estadual de Segurança nega que estejam ocorrendo falhas no atendimento a população

Devido à escassez de recursos, o contrato com a empresa Oi, responsável pela operação do serviço, está sendo renegociado. A dívida do estado com a companhia telefônica, referente ao 190, já passa de R$ 4,5 milhões, de acordo com o portal Transparência do governo.

A burocracia no atendimento e o despreparo das equipes também têm levado a população a desistir de fazer denúncias, como ocorreu há duas semanas.

Numa ligação, a testemunha se identifica e o atendente começa a fazer uma série de perguntas. As principais informações, como a localização do crime, foram passadas, mas o profissional continuou pedindo outras referências até o denunciante desistir da chamada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com