Coleta de lixo reciclável nos desfiles da Sapucaí vira nova fonte de renda

O lixo reciclável gerado pelos foliões durante os desfiles das escolas de samba na Marquês de Sapucaí vai virar fonte de renda para 53 pessoas.

Entre catadores de materiais, ajudantes e motoristas, divididos em dois turnos. Após a coleta o material será enviado às empresas. Essas, compram esses itens e os transformam em produtos que serão comercializados novamente.

Para ajudar a coletar o lixo reciclável cerca de 40 mil sacolas serão distribuídas no Sambódromo

A campanha tem como objetivo atender às políticas nacional e municipal de resíduos sólidos. Nas embalagens constarão explicações sobre o correto descarte do lixo produzido durante o evento.

A ação é realizada pelo Movimento “Eu Sou Catador”. Ela conta com o patrocínio da rede Champion Fried Chicken e da ESTRE Ambiental. Além de apoio da Liga das Escolas de Samba (Liesa), da Comlurb e da Riotur.

O ativista ambiental Tião Santos vai coordenar o trabalho de educação ambiental que será feito com os foliões. Tião é conhecido pelo filme “Lixo Extraordinário”, do artista plástico Vik Muniz, indicado ao Oscar.

‘’ A nossa expectativa é reciclar cerca de 45 toneladas de materiais, o que representaria uma redução de 35% dos resíduos gerados no Sambódromo.’’ Disse Tião Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com