Crianças podem ser vetadas de eventos com nudez em foco

Depois da polêmica envolvendo crianças na exposição do Queer Museu em setembro de 2017, surge a primeira medida legislativa de caráter nacional para restringir esse tipo de ato. Chegou ao Senado uma proposta para impedir a entrada de crianças em exibições artísticas consideradas “inadequadas”. 

O Projeto de Lei 506/2017 muda o Estatuto da Criança do Adolescente para vetar o acesso de menores em eventos que tenham “nudez em foco”, cenas de sexo explícito ou com animais, façam “apologia da pedofilia” ou ataquem “crenças e credos”.

Objetivo não é censurar as crianças

Na proposta, os menores não poderão participar de eventos desse tipo. Nem mesmo na companhia dos pais. A causa dessa medida, ainda de acordo com a proposta, não é censurar. E sim, “proteger aqueles que dependem do bom julgamento dos adultos”.

 

Deixe uma resposta