Desemprego cai pelo 4º mês seguido

Será uma superação do desemprego no país? Desemprego fica em 12,6% no mês de agosto. A queda continua pelo quarto mês seguido.
A taxa de desocupação no Brasil ficou em 12,6% no trimestre encerrado em agosto deste ano, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, a população desempregada ainda soma 13,113 milhões de pessoas em todo o País.

A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.105 no trimestre encerrado em agosto. O resultado representa alta de 1,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 186,7 bilhões no trimestre até agosto. Significa uma alta de 2,7% ante igual período do ano anterior.

O resultado divulgado corresponde ao piso do intervalo de expectativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que ia até uma taxa de desemprego de 13,0%, com mediana de 12,7%.

No trimestre encerrado em julho, a taxa de desemprego estava em 12,8%. No trimestre terminado em agosto de 2016, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua foi de 11,8%.

Reforma trabalhista é considerada uma das principais medidas de superação

A reforma trabalhista é considerada pelo governo de Michel Temer uma das principais medidas para estimular novas contratações no mercado de trabalho e desburocratizar os processos de admissão e demissão, queixa recorrente de muitos empresários.

O texto altera mais de 100 pontos da CLT. Entre eles, autoriza os trabalhos intermitentes, permite dividir as férias em três períodos e faz com que os acordos coletivos tenham força de lei. A seguir, confira como é a legislação trabalhista atual e entenda o que deve mudar com a reforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com