Escolas municipais no Rio perdem em média 47 alunos por dia

As escolas municipais de ensino do Rio perdeu em média 47 estudantes, o suficiente para encher uma turma, por dia letivo em 2017.

No total, são 9.358 alunos que abandonaram a escola, segundo dados disponibilizados pelo Ministério da Educação. Dessa forma, esse número representa 1,9% dos alunos de ensino fundamental. Assim, Maceió, João Pessoa, Aracaju e João Pessoa tem índices ainda piores em suas escolas municipais.

O dado faz parte de um conjunto de informações chamado Taxa de Rendimento, que também mede a quantidade de alunos aprovados (foram 90,4%) e reprovados (7,7%). Assim, a relação de aprovados, reprovados e alunos que abandonaram a escolas impactam na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Esse dado de abandono, é um reflexo na cidade da violência e da desintegração do estado. Dessa forma, o agravamento da crise econômica faz com que muitas crianças voltem a trabalhar. Assim, essa estagnação reflete a crise na cidade”. Afirmou Maria do Pilar, ex-secretária de Educação Básica do MEC.

Só na Escola municipal Clotilde Guimarães, em Ramos, 17,5% dos estudantes deixaram a unidade no ano passado. A unidade está espremida entre um corredor BRT e a Avenida Brasil, onde a poucos metros dali, há uma cracolândia.

A Escola municipal Ministro Lafayette de Andrada, n.a Cidade Alta, perdeu 12,7% dos alunos. Já a Escola municipal Comandante Arnaldo Varella, na Pavuna, perdeu 10,6%. A Escola municipal Odilon de Andrade, em Olaria, perdeu 10,2% dos seus alunos e o Ciep Presidente Juscelino Kubitschek, em Manguinho, perdeu 10,1% dos estudantes.

Deixe uma resposta