Fim do aterro de Jardim Gramacho ainda atinge moradores

O fechamento do aterro de Jardim Gramacho em Duque de Caxias no ano de 2012 ainda deixa resíduos físicos e internos em quem mora na região. É como vemos no documentário feito pelas estudantes Suellen Farias e Deborah Ferreira, do Centro Universitário Carioca (Unicarioca).

Cinco anos após o seu fim, quem vive no local sofre com a proliferação de lixões clandestinos. Além da falta de água potável e carência em serviços de saúde e educação.

Só para se ter ideia, entre as casas da região: 91% são de restos de madeira e papelão, 63% dos pisos são de chão batido, 93% tem ligações elétricas irregulares, 74% não tem água encana e 26% não tem banheiro. O documentário mostra também que apenas a ONG Casa Semente atua na região do antigo aterro de Jardim Gramacho. No local, as crianças aprendem, cuidam da saúde e da higiene. Isso porque na casa da maioria deles não tem banheiro e nem água encanada.

Trabalhadores clamam por emprego na região de Jardim Gramacho

Segundo uma reportagem da rádio CBN Rio, das  1,6 mil pessoas que coletavam no lixão, apenas 80 trabalham no polo de reciclagem que foi construído nas proximidades. E pra prejudicar ainda mais, um incêndio atingiu o local no dia 17 de setembro de 2017. A causa desse ocorrido ainda é desconhecida.

Uma usina de biogás ocupa o espaço do aterro, mas os moradores reclamam a instituição não conta com a mão de obra local. Esses trabalhadores convivem até hoje com dificuldades para se qualificar e voltar para o mercado de trabalho. Sobre o drama sofrido pela mão-de-obra local a Comlurb destaca que os catadores receberam uma indenização da prefeitura do Rio na época do fechamento.

O fechamento do lixão de Gramacho contribuiu para a criação de depósitos clandestinos na região. O que traz danos irreparáveis para o meio ambiente. A prefeitura diz que os caminhões que tentam entrar com resíduos em áreas não permitidas são multados e apreendidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com