Alerj aprova gratuidade a partir dos 60 anos

A gratuidade nos ônibus do Rio de Janeiro pode cair para 60 anos. Isso porque a  Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou  o projeto de lei que estabelece como idoso todo cidadão que tiver 60 anos ou mais, conforme está no Estatuto do Idoso. Na legislação atual somente pessoas com 65 anos ou mais não pagam passagem nas linhas intermunicipais do estado.

A chance de um aumento no número de pessoas beneficiadas pode causar ainda mais conflitos. O Sindicato das Empresas de Ônibus do Rio de Janeiro (Rio Ônibus) chegou a apontar o grande número de gratuidades como agravamento da crise financeira enfrentada pelas empresas do setor.

Gratuidade em supermercados também pode ser alterada

No projeto de lei autorizado pela Alerj,  todos os órgãos de administração estadual direta, indireta e autarquias terão que oferecer dentro de suas repartições um setor especial para atendimento de idosos acima dos 60 anos. O atendimento prioritário se estende também a caixas de supermercados e autosserviços do governo do estado.

Outro destaque é o direito à meia entrada em cinemas de todo o estado do Rio. Qualquer pessoa a partir dos 60 anos, tem além do desconto de 50% na compra de ingressos de espetáculos exibidos nos teatros e auditórios de estaduais. As pessoas a partir dessa faixa etária passam a ter o prazo máximo de 30 dias para despacho em processos administrativos, além do atendimento prioritário em agências bancárias.

Deixe uma resposta