Linha 4 do metrô não atrai passageiros

A Linha 4 do metrô (Ipanema x Barra) inaugurada a pouco mais de um ano ainda não conquistou a população. O legado olímpico com capacidade para transportar 300 mil passageiros por dia tem atraído só a metade desse público.

Com essa frustração, a Secretaria estadual de Transporte e a concessionária MetrôRio planejam medidas para encher os vagões. Uma das grandes barreiras do transporte é o custo da tarifa. Mesmo assim as autoridades não aceitam qualquer tipo de redução.

Linha 4 do metrô compete com ônibus que custam pouco mais da metade do preço

Desde a inauguração da Linha 4 a concessionária e o BRT entraram em um acordo para proporcionar desconto aos passageiros que usam os dois transportes. Ao invés do valor cheio de R$ 8,10 (R$ 4,30 do metrô mais R$ 3,80 do BRT) o usuário da integração para R$ 7.

A viagem não atrai também porque existe linhas de ônibus que faz o mesmo trajeto da Barra até Ipanema no valor de R$ 3,80. Nesse caso a redução no tempo da locomoção – são apenas 15 minutos – não tem sido mais importante que a redução do custo da passagem.

O BRT declarou que “A integração entre os modais é resultado da renúncia das receitas das concessionárias envolvidas na operação. Com a perda diária de passageiros, a política de integração só tem condições de avançar se ocorrer o subsídio público”. Já o MetrôRio não tem intensão de dar descontos porque “o valor da tarifa está previsto no contrato de concessão e, portanto, não é determinado pela empresa”.

Deixe uma resposta