Pedido de prorrogação do Exército no Rio é negado pelo Ministro da Defesa

O pedido de prorrogação da permanência do Exército, que termina nesta quarta (22), feito pelo governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, foi negado pelo ministro da Defesa.

Raul Jungman recomendou ao presidente Michel Temer, via documento da Procuradoria-Geral da Justiça Militar, a não permanência das tropas federais, alegando que as Forças Armadas devem se limitar a deveres indispensáveis, para que não se afaste de missão típica.

“O policiamento está em total capacidade, não há descontrole, não desordem e, portanto, não há necessidade da permanência das tropas”, disse o ministro Raul Jungmann. Ele declarou ainda que no período durante o qual os militares ficaram no Rio gerou despesas de R$ 26 milhões, de alimentação, gasolina, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com