O preço salgado dos ovos de Páscoa é culpa dos impostos?

A Páscoa está chegando e com ela a reclamação de que os ovos de chocolate estão ficando caros demais. Será que a culpa é dos impostos?
Em parte, segundo um estudo encomendado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

Cerca de 38,53% do preço final do ovo é composto por impostos, taxas e contribuições. O que significa cerca de R$ 15,40 em um produto que custa R$ 40.

Carga tributária não é caro somente na Páscoa, mas também em toda época festiva

A carga tributária também é alta em outros produtos associados a este período festivo. Como o coelho de pelúcia (29,92%) e o bacalhau importado (43,78%).

A carga chega a superar metade do preço final em bebidas como o vinho nacional (54,73%) e o vinho importado (69,73%).

“Se a carga tributária incidente sobre esses produtos não fosse tão elevada, o brasileiro teria condições de consumir mais e melhor nesta época do ano”, diz João Eloi Olenike, presidente-executivo do IBPT, em nota.

Comer fora também não resolve. Já que o almoço em restaurante tem 32,31% de peso em tributos. Chegando a 39,61% no chocolate, 38,68% na colomba pascal e 37,61% no bombom.

Deixe uma resposta