Rio teve um crime a cada 39 segundos em 2016

O Rio teve um crime a cada 39 segundos em 2016. Segundo o levantamento, ocorreram mais de 811 mil crimes no ano passado em todo o estado.

Os dados são do estudo Avanço da criminalidade no estado do Rio de Janeiro – Retrato e propostas para a segurança pública, da Firjan. A crise econômica do estado contribuiu diretamente para o agravamento da situação.

O estudo destaca que o estado do Rio se tornou o mais perigoso do país para o transporte de cargas. Foram quase 10 mil registros de roubo no ano passado. Isso equivale a 43,7% dos registros nacionais, com custo de R$ 619 milhões. Essa é a maior ocorrência desse tipo de crime em 25 anos.

No estudo, a entidade também aponta que os roubos são facilitados pela fragilidade das fronteiras estaduais e nacionais. Em todo o país, faltam 2.716 policiais, ou 21% do que seria necessário, de acordo com a legislação. No Estado do Rio, o déficit é de 28,3% em relação ao início da década de 2000.

A Firjan propõe a criação de um Cinturão de Segurança Rodoviária Integrada entre Polícia Rodoviária Federal, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) e as secretarias estaduais de Segurança Pública, Fazenda e Saúde. Esses postos de fiscalização conjunta de órgãos federais e estaduais ficariam localizados em pontos estratégicos das rodovias e portos.

Deixe uma resposta