Sexo intenso pode causar cegueira, diz estudo

Especialistas concluíram que praticar sexo intenso é capaz de produzir aumento na pressão venosa da retina. A situação é considerada inédita.
Um homem de 29 anos perdeu a visão depois de uma noite de sexo intenso, nos Estados Unidos. A situação é considerada inédita e só veio à tona através uma publicação da BMJ Case Report, revista que tem mais de 15 mil artigos sobre casos médicos.

De acordo com os doutores Luke Michaels, Naing Latt Tint e Philip Alexander, o paciente chegou à emergência afirmando que acordou sem conseguir enxergar pelo olho esquerdo. Após alguns exames, constatou-se que o homem teve uma hemorragia em uma membrana próxima à retina.

Ele não teve a identidade revelada e, inicialmente, foi diagnosticado com “Retinopatia Valsalva”. Que é uma ruptura nos vasos da retina após grande esforço físico. Porém, o homem não apresentou nenhum dos outros sintomas relacionados à doença, como o vômito e a tosse.

Os médicos ainda não tinham conseguido encontrar a causa do problema. E mesmo após vários exames, o diagnóstico não estava claro. Foi apenas depois de três dias que eles conseguiram solucionar o mistério. Ao perguntar sobre a vida sexual do paciente, descobriram que o homem havia tido uma noite de sexo intenso logo antes de apresentar os primeiros sintomas.

A descoberta foi fundamental para a solução do caso e; como esta foi a primeira vez que a doença foi diagnosticada, ela ficou conhecido como “Valsalva pós-coito”.

Através disso, os médicos concluíram que o orgasmo é capaz de produzir um aumento repentino na pressão venosa na retina. E que pode levar à ruptura dos vasos sanguíneos. Com a descoberta, os pesquisadores enfatizaram a importância de considerar a atividade sexual; como causa das mudanças físicas e outras doenças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com