Taxa fixa cobrada aos motoristas do Uber sofre mudança

O valor da taxa fixa de 20% a 25% cobrada dos motoristas por cada corrida realizada, poderão mudar de acordo com distância e tempo percorridos, segundo a empresa.

Desde 2016, a Uber calcula o valor a ser cobrado do passageiro antes da corrida. Assim, com descontos fixos para os motoristas, mudanças nas condições do trânsito ou necessidade de um desvio causavam distorções.

Segundo a empresa, além de não serem mais cobrados com a taxa fixa de 25% por corrida dos motoristas do segmento UberX e 20% nas demais categorias, o motorista também terá o aplicativo atualizado para ver mais detalhes financeiros de cada corrida, com destaque para os ganhos líquidos.

Os motoristas reclamavam da cobrança, pois os imprevistos que podem ocorrer ao longo da viagem não eram levados em consideração. Assim, com o novo modelo de cobranças, que já funciona há um ano nos Estados Unidos, esses problemas serão solucionados. A empresa do aplicativo de transporte garante que não haverá mudanças nos valores pagos pelo passageiro.

A Uber está no Brasil desde 2014. Segundo dados da empresa, mais de 20 milhões de usuários usam o aplicativo em 100 diferentes cidades brasileiras. Será mantida a cobrança de preço mínimo das corridas e, quando for o caso, o multiplicador de preço dinâmico também. Esse multiplicador eleva os preços quando a procura por determinada viagem, em determinado horário, é muito alta.

O diretor geral da empresa no Brasil, Guilherme Telles, afirma que as mudanças fazem parte de um conjunto de iniciativas para aumentar os ganhos de quem decide dirigir com o aplicativo.

Deixe uma resposta