Tonturas são sinais de graves doenças, veja

As tonturas momentâneas são comuns e normais, mas tem situações que são um alerta para algo mais grave.

As queixas de tonturas é a terceira reclamação mais comum em consultórios e ambulatórios. Só perdem para dor e febre. Isso, foi o que apontou o clinico geral Marco Aurélio Chame ao Jornal Extra.

Tonturas atingem mais mulheres que homens

Quem passa muito tempo em alto mar pode ficar tonto quando pisar em terra firme. Como o corpo se acostumou com o balanço do mar, ele precisa de um tempo para se readaptar com o equilíbrio. É o chamado  “mal do desembarque”.

Os tumores na cabeça e doenças degenerativas (Parkinson e esclerose múltipla) podem provocar tonturas. Além de problemas vasculares que abaixam o aporte sanguíneo para o cérebro. Já a baixa quantidade de líquido no organismo reduz o volume de sangue circulante. Isso faz prejudicar a oxigenação do cérebro e causar tontura.

Por último, os problemas emocionais como a ansiedade e a síndrome do pânico desencadeiam situações que podem comprometer o labirinto, o cerebelo ou o sistema visual. Trazendo instabilidade.

Os atordoamentos atingem mais as mulheres, principalmente, entre 40 e 80 anos. Para quem tem acima de 75 anos, elas são associadas a zumbidos. São duas mulheres para cada homem atingido pelas tonturas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com