Youtuber americana diz ter sido baleada durante o Carnaval no Rio

A brasileira naturalizada americana, Joana Franco (24), relatou em seu canal no Youtube que foi baleada nas costas enquanto ia de Copacabana para a Tijuca, ainda de acordo com a Youtuber, a o projétil continua alojado em suas costas.

“Estava em Copacabana e fui visitar a minha família na Tijuca no último dia de carnaval. Meu pai vive lá, meu irmão menor, meus primos e tios vivem lá. Eles viveram ali suas vidas inteiras e não é um lugar particularmente perigoso. É perigoso, o Rio é perigoso, mas não quero que pareça como se as pessoas não devessem visitar o Brasil. Esta é apenas uma história particular, que não é para assustar”, conta ela em seu vídeo no canal Damon and Jo, que tem mais de 500 mil seguidores.

Segundo a jovem, o carro passava pela Região da Tijuca, quando foi abordado: “Do nada, num piscar de olhos, havia dois homens em motos bloqueando a passagem e um homem apontando uma arma para o lugar em que eu estava em uma tentativa de roubar os carros e as pessoas que estavam nos carros. Meu tio continuou dirigindo e bateu em uma das motos e o pensamento era ‘A gente não pode parar aqui, essas pessoas estão armadas, elas vão nos matar.’ Desse em momento em diante, só lembro de flashes. A gente andou e só ouviu os disparos. E o barulho era tão alto, e o cheiro de pólvora era tão forte, e então eu senti que fui atingida nas costas e eu falei ‘eu fui baleada nas costas, a gente precisa ir para o hospital agora'”

Joana foi levada para o Hospital Badim, da Rede D’or, onde passou por tratamento. A Polícia Militar não se manifestou sobre o caso, já o Hospital informou que a jovem realmente ficou internada, mas não confirmou o motivo da internação, já que os prontuários de seus pacientes são sigilosos.

Apesar da experiência de violência, ela faz elogios ao carnaval na cidade. “Só para esclarecer as coisas, o carnaval é incrível, nós passamos três noites curtindo, nos fantasiando e colocando purpurina na cara e vendo as pessoas se sentindo completamente vivas”, disse. Até o início da tarde desta sexta-feira (10), o vídeo já havia sido visualizado cerca de 100 mil vezes.

Deixe uma resposta