A Guerra Civil Síria pelos olhos de um turco

Com exclusividade, o Portal Dialogado mostra uma visão única sobre os fatos. Estes são os relatos sobre A Guerra Civil Síria pelos olhos de um turco.

Em janeiro de 2011, uma onda de protestos e movimentações sociais surgem no Oriente Médio. Neste momento, ditadores são derrubados, o sonho da democracia é a motivação dos povos.

No entanto, pouco sabia-se que os espaços vazios deixados na região, seriam tomados por outro tirano: O Estado Islâmico. O último país que ainda vive a primavera de 2011, é a Síria. Em guerra civil desde então, a nação encontra-se destruída. Mais de 470 mil mortos e 5 milhões de refugiados é o saldo do conflito que se arrasta até hoje.

Dentre esse fato, há mais de um ponto de vista. E é neste ponto de vista que o Dialogado mostra agora. Através do Skype, mostra-se um rapaz de semblante sério. Cabelos enrolados e olhos que revelam certo receio. Este é o jovem Batuhan Akbas. Estudante de Medicina Veternária da Universidade de Hatay.

Assista.

Para ele, a Guerra Civil Síria teve inicio por culpa dos norte-americanos. “A América quis explorar os países do oriente médio. Os americanos fazem o caos. Bashar al-Assad é o atual presidente da Síria, ele não quer o imperialismo americano na Síria.Diz Batuhan. Que, de acordo com o seu ponto de vista, “os americanos apoiam o Estado Islâmico e outros grupos terroristas, na Síria.”

Quando questionado sobre o que o ISIS representa, ele logo responde:

É o terrorismo. Eles estão cortando a cabeça das pessoas para o Islã. Eu acho isso errado. Não sou muçulmano, sou um ateu, mas eu acho que o Islã não está matando pessoas ou outras religiões. É errado. Isso é o terrorismo”. No entanto, logo acrescenta. “América está apoiando este terrorismo para fazer o caos. Se a América fizer caos, eles podem explorar a Síria.”

Batuhan é questionado sobre as atitudes do próprio presidente Sírio, Bashar Al-Assad. De acordo com organizações internacionais, Assad utiliza armas químicas contra seu próprio povo. Batuhan alega que essas armas são utilizadas por rebeldes.

A Guerra Civil Síria pelos olhos de um turco
Fonte: Imagem de Umit Bektas pela Reuters

O jovem turco é indagado sobre as ações do presidente de seu próprio país. Tayyip Erdoğan é frequentemente denunciado junto à ONU e União Européia por abusos de poder. Neste momento, Batuhan fica incomodado.

O presidente da Turquia é Tayyip Erdoğan. Ele apoia a Isis. Porque ele quer ser líder na Síria, ele está apoiando o Estado Islâmico com armas e dinheiro”. Ele pausa, parece pensar uma resposta. E prossegue. “Não gosto de Tayyip Erdoğan porque ele é um ditador na Turquia. Ele quer que um país islâmico, como o império otomano, e destruir o secularismo. Está realmente errado. Penso que o secularismo deve estar na Turquia. A Turquia é um país secular e Tayyip Erdoğan quer mudá-lo.”

Ao fim, Batuhan pede para deixar uma mensagem aos leitores brasileiros.

Espero que a Síria e outros países encontrem a paz um dia. E será com o comunismo. Eu acredito nisso. É tudo. Obrigado.”

A Guerra Civil Síria pelos olhos de um turco.
Fonte: Nilüfer Demir para Agência Dogan

O impasse sírio parece não ter fim. Oriente acusa o Ocidente, vice – versa. Enquantos os países troca fardas ( e tiros ), seres humanos são mortos aos milhares. A Guerra Civil Síria já causou o maior deslocamento de pessoas desde a Segunda Guerra Mundial. E está prestes a se tornar a maior tragédia do século XXI.

 

 

 

 

2 comentários em “A Guerra Civil Síria pelos olhos de um turco

  • 11 de junho de 2017 em 22:17
    Permalink

    Brilhante matéria, que o Dialogado trouxe à tona, com uma visão ímpar desse triste cenário mundial.

    Parabéns aos envolvidos!

    Resposta
    • 11 de junho de 2017 em 22:30
      Permalink

      Obrigado pelo reconhecimento. Tenha certeza que as suas palavras nos motivam cada vez mais.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *