Capitão da PM é investigado por abuso sexual contra soldado

O capitão Wellington Luiz de Oliveira, está sendo investigado pela auditoria da Polícia Militar por abuso sexual contra uma soldado da corporação.

O fisioterapeuta teria abusado da soldado no Centro de Fisiatria e Reabilitação da PM, no Estácio. O oficial foi acusado de tocar nos seios da paciente, ao alegar que seria para o tratamento do joelho.

O mesmo profissional foi condenado em dezembro, a 2 anos e 10 meses de prisão, em regime aberto, por outro crime de assédio.

A filha de um policial foi vítima, quando o oficial introduziu um dos dedos dentro do ânus da menina. A justificativa foi ser método de tratamento médico dor no cóccix.

Investigadores pedem que outras possíveis vítimas denunciem o oficial. A Polícia Militar afastou o capitão de suas funções.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *