Lei que proíbe vencimento de créditos do Bilhete Único é sancionada

Lei que proíbe vencimento de créditos do Bilhete Único é sancionada no Rio. De acordo com o texto, o carregamento será por número de viagens, e não mais por valor.

A decisão foi tomada nesta quarta-feira (7). O valor que restava no cartão tinha uma data limite para ser utilizada. Quando vencido o prazo, o dinheiro era enviado para as empresas de ônibus. A lei aprovada pela Câmara acaba com essa data de vencimento.

Além de acabar com o vencimento dos créditos, a lei prevê que o cartão passará a ser vendido em duas modalidades: o unitário, com o valor de apenas uma passagem, ou o pré-carregado, com no mínimo duas passagens e no máximo 60. Esse cartão passará a ser carregado de acordo com o número de viagens que o passageiro quiser e não mais por valor.

Isso significa que se a passagem aumentar depois que você abastecer o cartão, nada muda. O número de passagens que você tinha comprado continua o mesmo.

A lei começa a valer assim que for publicada. Porém, há alguns pontos dela ainda sem explicação. Não está definido, por exemplo, como essas mudanças vão funcionar para quem usa o Bilhete Único para ônibus e metrô, que têm tarifas diferentes. Outro ponto é se a regra do número de passagens vai valer para quem fizer a recarga fora da Capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *