Fundação oferece bolsas para pesquisa na Alemanha

Até dia 1 de março estarão abertas as inscrições para as bolsas de pesquisa na Alemanha, na área de Proteção Climática, com apoio da Fundação Alexander von Humboldt.

Candidatos escolhidos passam um ano desenvolvendo trabalhos ligados ao tema em instituições parceiras da fundação.

O “International Climate Protection Fellowships” seleciona até 20 pesquisadores vindos de países em desenvolvimento.

Entre as instituições parceiras, estão o Centre for International Postgraduate Studies in Environmental Management, da Universidade Técnica de Dresden, a Federação da Indústria Alemã e o DAAD(Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico).

A iniciativa de pesquisa na Alemanha permite, entretanto, que o candidato escolha a instituição pública ou privada que vai recebê-lo.

Podem ser, por exemplo, universidades alemãs, centros de pesquisa na área de proteção climática e ONGs.

A única exigência é que o pesquisador comprove ter um supervisor no período de um ano no país.

Como se candidatar às bolsas de pesquisa na Alemanha

Para ser elegível às fellowships, o candidato deve ter experiência acadêmica ou profissional na área de proteção climática e conservação.

São exigidos, no mínimo, quatro anos de trabalho na área ou mesmo um diploma de doutorado nesse campo.

Na candidatura, os pesquisadores interessados devem enviar documentos como diploma universitário e histórico acadêmico, publicações acadêmicas e detalhes sobre o supervisor na Alemanha.

Também é necessário submeter carta de motivação, projeto de pesquisa e referências.

Depois da primeira etapa de seleção, os finalistas serão convocados para um encontro na Alemanha.

No encontro explicarão seus projetos de pesquisa a um comitê de seleção.

Também são realizadas entrevistas com cada candidato, para que os vencedores sejam decididos até o fim do evento.

Quais os benefícios da bolsa de pesquisa na Alemanha

Os selecionados receberão entre 2.150 e 2.650 euros por mês para manutenção no país, além de ajuda de custo para viagens e para o desenvolvimento de seus projetos (que podem chegar a 800 euros).

Está previsto um auxílio extra, para participantes que forem acompanhados do cônjuge e de filhos com menos de 18 anos.

Os selecionados terão a oportunidade de fazer contato com outros profissionais da área de meio ambiente e proteção climática.

Também poderãoconhecer empresas locais e participar de eventos culturais na Alemanha.

A bolsa de estudos inclui ainda um curso intensivo de dois meses de idioma alemão.

O objetivo, segundo a Fundação Alexander von Humboldt, é que o bolsista adquira não só conhecimento prático sobre proteção do meio ambiente, mas também experiência com gestão.

Para saber mais detalhes sobre a fellowship e entender melhor as oportunidades de pesquisa na Alemanha, basta acessar o site oficial da iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com