Em 2018 começa o novo FIES com 100 mil vaga a juros zero

Com 300 mil vagas previstas para o ano que vem, o Novo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) terá 100 mil vagas com juros zero.

A nova modalidade do FIES será destinada a estudantes com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos.

O anúncio da remodelação do programa de financiamento estudantil foi feito nesta quinta-feira (6), pelo presidente Michel Temer e pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, em cerimônia no Palácio do Planalto.

Fies 1

Na primeira modalidade, o Fies funcionará com um fundo garantidor com recursos da União.

Ofertará 100 mil vagas por ano, com juros zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de três salários mínimos.

O aluno começará a pagar as prestações respeitando a sua capacidade de renda.

Nessa modalidade, as parcelas serão de no máximo 10% da renda mensal do aluno.

Além disso, terá compartilhamento com as universidades privadas do risco do financiamento, que no modelo atual fica concentrado no governo.

Fies 2

Na segunda modalidade, o Fies terá como fonte de recursos fundos constitucionais regionais para alunos com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos, com juros baixos e risco de crédito dos bancos.

Serão ofertadas 150 mil vagas em 2018 para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Fies 3

Na terceira modalidade, o Fies terá como fontes de recursos o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e os fundos regionais de desenvolvimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Terá juros baixos para estudantes com renda familiar per capita mensal de até cinco salários mínimos.

O risco de crédito também será dos bancos. Serão ofertadas 60 mil vagas no próximo ano.

Nessa modalidade, o MEC discute com o Ministério do Trabalho uma nova linha de financiamento que pode garantir mais vagas em 2018.

Para garantir o Novo Fies, o governo enviará Medida Provisória (MP) para o Congresso.

A MP visa evitar a descontinuidade, o risco fiscal e operacional, assim como garantir as medidas preparatórias para adesão dos bancos, a constituição de um novo fundo garantidor e novos sistemas de Tecnologia da Informação (TI) para a seleção e o financiamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com