Devido à crise, Uerj adia a volta às aulas pela terceira vez

 O fórum de diretores da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) se reuniu na manhã desta sexta-feira (27) e decidiu adiar, pela terceira vez, o retorno às aulas que aconteceria na próxima segunda-feira (30), para o dia 6 de fevereiro.


 Devido à crise, esta é a terceira vez que a Uerj adia a volta às aulas. A primeira vez foi no dia 14, em que a reitoria da universidade informou que as atuais condições de funcionamento da universidade não permitem a retomada de todas as atividades nos campus.

 No dia 19, a universidade adiou pela segunda vez, reivindicando o não pagamento regular das bolsas, o não repasse das verbas de manutenção/custeio para a Uerj, a não regularização do pagamento dos salários aos servidores docentes e técnico-administrativos – ativos e inativos – , assim como o 13º salário/2016, entre outras coisas.

 Por consequência da falta de repasses do governo, a universidade possui dívidas com a empresa de limpeza desde agosto e está com o bandejão fechado desde o dia 16.

 Na última segunda-feira (23), os professores da UERJ decidiram manter o estado de greve da categoria – condição estabelecida desde agosto do ano passado. Eles também decidiram fazer uma paralisação no próximo dia 2.

 Na data, eles e outros funcionários estaduais participarão de uma mobilização na porta da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj). Eles reivindicam o salário de dezembro e o 13º salário. Categorias que decretam estado de greve podem parar a qualquer momento.

Deixe uma resposta