CAE cria grupos de análises sobre reformas microeconômicas e tributos

Nesta terça-feira (21), a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou o requerimento do presidente Tasso Jereissati (PSDB-CE) para a criação de um grupo de trabalho formado por senadores para avaliar reformas microeconômicas que facilitem o investimento e a geração de emprego e renda.

Há ainda outro grupo, que será criado para avaliar a funcionalidade do sistema tributário nacional. De acordo com Tasso, a expressão “custo Brasil” já evidencia a dificuldade de empreender no país. O presidente da CAE afirmou que “há várias razões para que seja custoso investir e empreender no Brasil”, citando entraves como a insegurança jurídica, a burocracia, as deficiências regulatórias e a questão dos juros bancários. “Esse grupo tem por objetivo identificar as dificuldades e oferecer soluções que facilitem a atividade empreendedora no Brasil, a fim de gerar mais empregos e renda”, concluiu.

Deixe uma resposta