Correios se submeterá a medidas drásticas para manter atividade

Diante da crise que as instituições públicas vêm enfrentando, o presidente dos Correios, Guilherme Campos, irá anunciar em breve a mais polêmica decisão da história da estatal. De acordo com informações, a medida consistirá na demissão de servidores concursados para que a empresa continue suas atividades.

O nome dado para o novo projeto é Programa de Dispensa Motivada, já que o Programa de Dispensa Involuntária – que acabou excluindo 5,5 mil funcionários do rol da empresa – não foi suficiente para dar conta das necessidades econômicas da instituição.

Embora não haja um número específico para o Programa de Dispensa Motivada, a direção já faz um levantamento de quais setores serão afetados. A brecha legal utilizada pelos Correios está no artigo 165 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), que permite este tipo de medida quando a estatal alegar o grave quadro financeiro e econômico.

Deixe uma resposta