Produtos feitos com Cannabis impulsiona indústria cosmetóloga nos EUA

O ramo está começando a ser explorado pela indústria cosmetóloga que é responsável, só nos EUA, por 26% dos produtos feitos com a Cannabis.Depois de legalizada, a maconha  movimentou quase U$ 7 bilhões de dólares no ano passado na economia do país. Estima-se que até 2021 ela movimente cerca de U$ 20 bilhões de dólares em todo o mundo, no mercado legalizado.

Primeiro os EUA tornou legal o uso medicinal da maconha em alguns estados,  ate ser legalizada para uso recreativo na Califórnia, Nevada e Massachusetts no início do ano.

Com o aumento do uso da cannabis como matéria-prima, o Estado  percebeu  que esse é um mercado promissor.  Em 1928 portar até 28 gramas, não era considerado crime.

Entre as empresas pioneiras que utilizam a erva como matéria prima, está a multinacional inglesa The Body Shop que ousou lançando em 1998 sua linha de produtos de beleza hemp.

Essa linha não vende no Brasil pelo óbvio motivo da lei criminalizar a maconha em todas as possibilidades de uso, incluindo, em alguns casos, o medicinal.

Com a conscientização sobre as boas propriedades da planta, muitos  empreendedores passaram a utilizar maconha  como matéria prima, como é o caso da atriz Whoopi Goldberg, que lançou  Whoopi&Maya, se trata de uma empresa especializada em artigos medicinais.

Produtos feitos com cannabis impulsiona industria cosmetóloga nos EUA
Foto: Uol

Além de outras empresas que ainda exploram esse nicho e não descartam a ideia de crescimento econômico fabricando produtos feitos com a cannabis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com