Caixa dois nas eleições de Lula e Dilma para presidência

Os publicitários João Santana e Mônica Moura afirmaram ao juiz Sérgio Moro que receberam caixa dois por serviços prestados nas eleições de Lula em 2006 e de Dilma em 2010.

De acordo com Santana, Lula o teria convidado para trabalhar em sua campanha de reeleição em 2005. Santana contou ter conversado ainda com o ex-ministro Antônio Palocci sobre o caixa dois. Porém o ex-ministro teria dito não ter como evitar a prática.

O casal disse que o PT financiou a eleição de Mauricio Funes à presidência de El Salvador, em 2009. Aceitando assim o pedido do ex-presidente.

Essa campanha foi um pedido do Lula, para que o João fizesse essa campanha, tinham interesse que um partido de esquerda ganhasse essa eleição”, disse Mônica.

O pedido, no entanto, teria sido intermediado pelo ex-ministro Gilberto Carvalho, segundo a publicitária.
Mônica afirmou ainda que “todos os candidatos” sabiam do caixa dois.

Cerca de R$ 10 milhões foram usados pela Odebrecht para quitar dívidas devido a eleição de Dilma em 2010. Parte foi usada também em algumas outras campanhas do PT em 2012.

Fonte: Metro.

Deixe uma resposta