Cármen Lúcia quer sortear relatoria da Lava Jato

A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, pretende fazer um sorteio entre os integrantes da 2ª Turma do tribunalpara decidir quem substituirá o ministro Teori Zavascki na relatoria dos processos da Operação Lava Jato, após seu falecimento.

A 2ª Turma do STF é composta pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Segundo informações dos jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo, os ministros discutem a possibilidade da transferência de Edson Fachin da 1ª para a 2ª Turma para completar o grupo que analisaria a Lava Jato. Fachin é o mais novo ministro da corte, indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff e empossado em junho de 2015.

O novo relator deve decidir sobre o sigilo das delações de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht, que foram mantidos em segredo de Justiça por Cármen Lúcia após a homologação dos depoimentos, nesta segunda-feira (30).

O relator da Lava Jato deve ser escolhido entre hoje e quinta-feira (2), quando o STF volta do recesso.

O presidente Michel Temer já indicou que deve esperar a distribuição dos processos da Lava Jato entre os atuais ministros da corte antes de indicar um novo nome. Não há prazo para a indicação de ministros do STF.

Fonte: IstoÉ

Deixe uma resposta