Jornalistas são presos por investigar Odebrecht na Venezuela

Jornalistas brasileiros foram detidos na Venezuela, no começo da tarde deste sábado(11), pelo Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin). Leandro Stoliar e Gilson Souza, da TV Record, foram libertados neste domingo (12).

A equipe brasileira que investigava denúncias de suborno por parte da empreiteira Odebrecht no país, voltou ao nosso país ainda neste domingo, como adiantou o Ministério da Relações Exteriores.

“Uma comissão do Sebin os deteve e os escoltou até a sede do serviço, em Maracaibo, para uma entrevista. Ao chegarem, tiveram seus telefones celulares apreendidos”, informou a ONG Transparência Venezuela, por meio de nota.

A Abratel (Associação Brasileira de Rádio e Televisão) emitiu um comunicado, no sábado, informando que o equipamento usado pela equipe também foi apreendido e declarou que “tal decisão é abominável e digna apenas de regimes ditatoriais que não aceitam o livre exercício da imprensa e temem a verdade”.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta