Reforma da Previdência é “inadiável”, afirma Temer

O presidente Michel Temer afirmou que, segundo dados do IBGE, a reforma da Previdência é “inadiável”. Ainda de acordo com Temer e o IBGE, a população brasileira “está vivendo mais”.

Com o trabalho que o IBGE faz é que nós podemos conduzir a nossa política. E não é de hoje que os dados do IBGE, claríssimos, indicam que a população brasileira, graças a Deus, está vivendo mais. E por isso que o Paulo [Rabelo de Castro, presidente do IBGE] disse que a reforma da Previdência é inadiável”, declarou Temer.

A declaração foi feita durante a cerimônia de abertura do 3º Encontro Nacional de Chefes de Agências do IBGE. O presidente foi homenageado com medalha do mérito político Getúlio Vargas.

Temer também falou sobre as tentativas de estabilizar as despesas e gastos da União. Segundo ele, não será possível zerar o déficit fiscal em dois anos.

O nosso desejo, o nosso anseio, a nossa busca, a nossa procura é, quem sabe, daqui a dez anos se possa fazer uma revisão em que só se gasta aquilo que se arrecada. Por isso, o prazo há de ser longo“.

Sobre a inflação, a previsão é que até o fim do ano ela já esteja em torno dos 4%.

Economia livre da inflação, geradora de empregos. Com a graça de Deus, nós conseguimos reduzir o fenômeno inflacionário de 10,7% para hoje 4,55%, a indicar que, logo no final do ano, nós estaremos em torno de 4% de inflação, portanto, abaixo da meta do centro da inflação”.

Fonte: G1

Deixe uma resposta