Copa do mundo: o risco de infarto aumenta? Saiba mais

Alguns estudos confirmaram que existem pessoas que são hospitalizadas quando se trata de problemas de coração, futebol, ou então, Copa do Mundo.

Há muitos anos a ciência estuda a relação entre fortes emoções e dano ao coração. Os estudos indicam que quem perde um ente querido, tem mais risco de obter um infarto. Entretanto, nos últimos anos as pesquisas têm identificado algumas emoções de gravidade menor. O jogo de futebol estressante é um dos exemplos de hospitalização por problemas cardíacos.

Os estudos brasileiros já se posicionaram a respeito. Um estudo da USP de Ribeirão Preto mostrou o índice de pacientes infartados no período de Copa do Mundo vem crescendo de 4% a 8%.

“Na Copa de 2014, demonstramos que houve mais atendimentos cardíacos relacionados ao futebol nos dias do jogo do Brasil, mas o mais interessante é que o número foi estatisticamente mais relevante quando a Alemanha jogou contra a Argentina”, diz Nabil Ghorayeb ao site G1 (Bem Estar).

Cuidados com o coração na hora do jogo na Copa do Mundo

1 – Tomar medicamentos para a pressão antes da partida. Isso, se for hipertenso.
2 – Não exagerar na bebida álcoolica.
3 – Não ver o jogo sozinho e sempre na presença de um outro adulto.
4 – Evitar o excesso de cafeína.
5 – Caso se perceba excessivamente ansioso, deixe de ver o jogo.
6 – Não fume. O cigarro já aumenta o risco de evento cardiovascular.

Deixe uma resposta