Saúde

Coronavírus: entenda a diferença entre quarentena e isolamento

Suellen Christine Sales da Silva
Escrito por Suellen Christine Sales da Silva em 29 de abril de 2020
Coronavírus: entenda a diferença entre quarentena e isolamento

As dúvidas entre quarentena e isolamento surgiram em meio à pandemia do novo coronavírus pelo mundo. Assim sendo, entende-se que quarentena visa garantir a manutenção dos serviços de saúde em local certo ou determinado, de acordo com a Portaria nº 356/3020 do Ministério da Saúde. Já o isolamento serve para separar pessoas sintomáticas ou assintomáticas, em investigação clínica e laboratorial, de maneira a evitar a propagação da infecção e transmissão.

A quarentena é um ato administrativo estabelecido pelas secretarias de Saúde dos estados e municípios ou do ministro da Saúde. E mais, quem determina o tempo da quarentena, são essas autoridades.

Por outro lado, o isolamento é feito por um prazo de 14 dias, tempo em que o vírus leva para se manifestar no corpo. Este, pode ser estendido, dependendo do resultado dos exames laboratoriais.

O isolamento não é obrigatório, não vai ter ninguém controlando as ações das pessoas. Ele é um ato de civilidade para a proteção das outras pessoas“, orientou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira. Já a quarentena, segundo o Ministério da Saúde, é uma medida obrigatória, restritiva para o trânsito de pessoas, que busca diminuir a velocidade de transmissão do novo coronavírus. Ambas são medidas de saúde pública consideradas fundamentais para o enfrentamento do Covid-19.

Quarentena e isolamento para os viajantes

A princípio, o Ministério da Saúde incluiu todos os viajantes internacionais na lista de pessoas que devem ficar isoladas. Ao retornarem, eles precisam permanecer em casa por sete dias.

Se sintomas como febre com tosse e falta de ar surgirem, a recomendação é procurar uma unidade de saúde. Entretanto, se a pessoa manifestar apenas tosse, coriza, mal-estar ou febre, uma opção é ligar para o 136. Assim, uma equipe de saúde passa as devidas orientações.

Ademais, para evitar a disseminação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. Bem como lavar as mãos com água e sabão e utilizar lenço descartável para higiene nasal. Além disso, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”