Dengue, zika e chikungunya: mais de mil municípios podem ter surto

A população luta durante anos contra aos Aedes aegypti, transmissores da dengue, zika e chikungunya. O Ministério da saúde, através de um levantamento informou que mais de mil municípios brasileiros podem ter surto dessas doenças.

O novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) mostra que 1.153 municípios brasileiros (22%) apontam um alto índice de infestação (dengue, zika e chikungunya).

Confira a lista de municípios

“O resultado do levantamento indica que é necessário dar mais atenção nas ações de combate ao mosquito. A prevenção não pode ser interrompida, mesmo no período mais frio do ano”, informa Osnei Okumoto, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Mesmo durante o outono e inverno, o Ministério da Saúde alerta a necessidade de intensificar as ações contra ao Aedes aegypti, em vista disso, o ideal é que a população colabore com as ações e diante disso, deem continuidade. “Assim será possível manter a redução do número de casos”, explicou o secretário.

Pesquisa facilita no planejamento e controle de combate ao mosquito transmissor

O levantamento é uma peça fundamental para controle das doenças mencionadas, entretanto, os responsáveis podem identificar os locais com mais foco, dessa maneira, elaborar planejamentos das ações de controle e combate.

Algumas dicas que podem evitar a evolução do Aedes aegypti:

1. Em vasos de plantas coloque areias ou qualquer outro material que evite o acúmulo de água. sempre de olho!

2. Evite acúmulos de água em pneus, folhas secas, baldes e outros objetos que possam gerar tal ação.

3. Ao trocar a água de algum recipiente de animais, lavem com água, sabão e esfregue bastante, geralmente, os óvulos ficam agarrados nas bordas.

4. Coloque tampas em tudo que estiver no tempo, em casa e que esteja destampado, inclusive nas piscinas, que devem receber cuidados até mesmo no inverno e as caixas d’água também.

5. Não esqueça de usar repelentes, embora tenha preferência pelo repelente em spray, utilize também por cima da roupa.

https://youtu.be/wYeVFTVctFc

Deixe uma resposta