Descoberta do Alzheimer com antecedência pode estar perto

A descoberta do Alzheimer antes da pessoa de fato desenvolver a doença pode ser possível através de exame de sangue. Isso é o que aponta os estudos de pesquisadores na Austrália e no Japão. Segundo eles, o exame pode detectar a chance de desenvolver o Alzheimer e ainda encontrar um tratamento para a doença.

Os estudiosos afirmam ter alcançado avanços relevantes em um exame de sangue diferenciado. Este, poderá ajudar os médicos a avaliar as chances de desenvolvimento do Alzheimer. Uma doença até então, incurável. Segundo pesquisadores, um exame de sangue simples e barato permitirá que empresas farmacêuticas encontrem pessoas com risco de desenvolverem a doença e testarem novos medicamentos.

Pesquisa sobre o Alzheimer tem 90% de exatidão

O fruto da pesquisa foi publicado na revista científica Nature no fim de janeiro desde ano e nele, os cientistas disseram que o teste detecta a proteína chamada de beta-amiloide, ligada ao Alzheimer. O estudo apresentou 90% de exatidão em pesquisas envolvendo 252 australianos e 121 japoneses entre 60 e 90 anos.

Atualmente, os médicos realizam exames caros de varredura no cérebro ou testes de fluído cerebrospinal para detectar beta-amiloide acumulada no cérebro. Mas esses procedimentos só mostram resultados quando a doença já está em andamento. Já os remédios servem só para aliviar alguns sintomas.

 

 

Deixe uma resposta