Síndrome de Borderline, saiba um pouco mais sobre

Quem nunca percebeu aquela pessoa com mudanças repentinas de humor e até atitudes? Fique atento, isso pode ser uma Síndrome chamada Borderline.

A Síndrome de Borderline também é chamada de transtorno de personalidade limítrofe. Ela se caracteriza pelas mudanças de humor, medo de abandono e até comportamentos compulsivos, gastar dinheiro sem controle e comer compulsivamente, são alguns desses exemplos.

Essas pessoas não estão sempre com comportamentos diferentes, existem momentos estáveis que se alternam com os surtos psicóticos. Os sintomas começam a se manifestar na adolescência e na vida adulta a frequência aumenta.

Algumas vezes, a doença é confundida com outras do tipo esquizofrenia, entretanto, a duração e intensidade são diferente. O correto é procurar um psiquiatra para avaliação correta e assim iniciar o tratamento com medicações adequadas.

Características da Síndrome de Borderline

O site Tua Saúde divulgou uma lista das características mais comuns da doença:

  • Alterações do humor ao longo do dia, variando entre momentos de euforia e de profunda tristeza;
  • Sentimentos de raiva, desespero e pânico;
  • Irritabilidade e ansiedade que pode provocar agressividade;
  • Dificuldade em controlar as emoções, podendo variar de tristeza extrema a episódios de euforia;
  • Medo de ser abandonado por amigos e familiares;
  • Instabilidade nas relações, podendo causar distanciamento;
  • Impulsividade e dependência por jogos, gasto de dinheiro descontrolado, consumo exagerado de comida, uso de substâncias e, em alguns casos, não cumprindo regras ou leis
  • Baixa autoestima;
  • Insegurança em si próprio e nos outros;
  • Dificuldade em aceitar críticas;
  • Sensação de solidão e de vazio interior.

Como o diagnóstico é feito?

O diagnóstico é feito por médicos especialistas, psiquiatras ou psicólogos que analisam o comportamento e atitudes através do que é relatado pelo paciente.

Além da consulta existem exames que podem concluir de fato, a síndrome. Alguns deles são os fisiológicos, hemograma e sorologia, para a exclusão da possibilidade de ser outro tipo de doença, pois as características são bem parecidas com a depressão e até esquizofrenia, como mencionado anteriormente.

Tratamento da Síndrome de Borderline

O tratamento é feito através de medicamentos anti-depressivos, estabilizadores de humor e calmantes indicados por psiquiatra.

Além do tratamento com medicações, é necessário acompanhamentos com psicólogos para ajudar a controlar as emoções e a enfrentar os momentos de pico.

https://youtu.be/iAsu6OcDmZs

Deixe uma resposta