UPA da Tijuca será denunciada devido a condições precárias

A Federação Nacional dos Médicos realizou uma vistoria na Unidade de Pronto Atendimento da Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na última quinta-feira (19) e notou uma série de irregularidades na infraestrutura e no abastecimento.

O estoque de medicamentos está zerado. Por isso, os pacientes que saem do local com receitas deveriam retirar os remédios na UPA, mas não conseguem porque não há estoque. Os médicos prestam serviço com restrição por falta de condições de trabalho e porque estão com salários atrasados.

A Federação Nacional dos Médicos achou ainda aparelhos de raio X quebrados, cadeiras danificadas. Um consultório que se encontra fechado por conta do piso que cedeu e apenas um monitor para dois leitos de pacientes graves. Apenas uma equipe de médicos estava no local e não havia pediatra. As crianças que iam ao local voltavam para casa sem atendimento. Todos os problemas encontrados serão denunciados ao Ministério Público.

Fonte: Natijuca.com

 

Deixe uma resposta