Veja quais são os sintomas da sinusite

A sinusite tem sintomas semelhantes a um resfriado. Também chamada de rinossinusite, ela é uma inflamação da mucosa dos seios paranasais, também chamados de seios da face.

Além da confusão com o resfriado, os sintomas da sinusite também parecem com os da rinite e da gripe. Segundo o Ministério da Saúde, as sinusites podem ser divididas em dois tipos: Sinusite aguda e Sinusite crônica. As duas apresentam os mesmos sintomas, apenas variando a sua intensidade. A aguda de 5 dias a um mês, já a crônica por mais de três meses.

Sintomas da sinusite

Dores de cabeça: principalmente na região da face, ao redor dos olhos, nos seios da face. Um dos sintomas da sinusite clássicos a dor de cabeça constante e forte, como uma pontada ou pulsátil. Ao mesmo tempo, pode sentir uma pressão e peso na cabeça que pioram ao deitar. Podem aparecer dores nos dentes.

Congestão nasal e coriza: há grande acúmulo de muco e por isso vem a coriza, dificuldade para respirar e, obviamente, o nariz entupido. A secreção pode ser branca, amarelada ou esverdeada.

Tosse: A tosse é bem presente na sinusite crônica, costuma aumentar durante a noite ao dormir. Pois a secreção escorre e desce das fossas nasais para as vias aéreas causando a tosse, mas diminuem no decorrer do dia. É comum, um chá para tosse, ajudar bastante no alívio.

Febre: Geralmente, a febre não é um sinal comum, mas pode ocorrer um pouco acima dos 38º C.

Garganta inflamada: Devido às secreções e a tosse, a garganta pode desencadear uma inflamação, na qual pode levar ao mau hálito. Além disso, espirros e coceira nasal podem aumentar bastante. Na maioria dos casos, um remédio para dor de garganta, ajudará neste sintoma.

Um estudo publicado na Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, informa que há outros sintomas também comuns, como a vermelhidão na face e ao redor dos olhos e, ainda, complicações orbitárias.

Porém, é bom se atentar, pois a sinusite pode durar em torno de 10 dias, caso ultrapasse, é preciso um otorrinolaringologista  para realizar o diagnóstico e verificar o melhor tratamento, geralmente usando antibióticos.

Deixe uma resposta