Zika: estudos apontam que o vírus veio do Haiti

 

Um estudo genético divulgado pela Fiocruz em Pernambuco indicou que a zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti.

Os militares brasileiros que participara da missão de paz no e imigrantes que vieram para o Brasil podem ter trazido o vírus. A publicação do estudo foi publicado no International Journal of Genomics.

Centistas já sabiam da origem do vídeos que saíra da Polinésia Francesa, onde foi registrado um surto em 2013, mas, não sabiam qual era a rota da doença.

Duas hipóteses de como a doença chegou até o Brasil foram levantadas em estudos no passado

Uma das hipóteses seria que o vírus entrou no País durante a Copa do Mundo de 2014 e a outra que a doença poderia ter chegado durante um campeonato de canoagem no Rio de Janeiro em agosto do mesmo ano.

“Embora tenham sido publicados em revistas científicas, esses estudos tinham base em especulações, não em dados concretos”, explicou o pesquisador Lindomar Pena, um dos autores do novo trabalho, informa o site UOL.

Rastreio do caminho percorrido pelo vírus

Os cientistas usaram as sequência genéticas do zika disponíveis por todo o mundo, um total de 275, sendo estudado e apurado particularmente os acúmulos das mutações.

O estudo indica que da Polinésia, o vírus foi levado para a Oceania e para a Ilha de Páscoa, até chegar à América Centra e ao Caribe. Entretanto, do Haiti, o registro do vírus ancestral mais parecido com a cepa que chegou ao Brasil. Logo, o zika entrou no país pelo nordeste, inicialmente, mas também em outras regiões.

Números de casos

De acordo como Ministério da Saúde, foram 5.941 casos registrados com o prováveis situações de zika no Brasil. Mas, houve uma redução de 60,9% comparando o período do ano passado (15.214 casos).

Deixe uma resposta