Após mais de dez anos preso ex-vereador é solto no Rio

Após mais de dez anos preso, o ex-vereador Jerônimo Guimarães Filho (Jerominho) foi solto na última quinta-feira 25/10. Uma semana antes de sua soltura o ex-parlamentar foi absolvido no último processo ao qual respondia. Nele, Jerominho era acusado de tentativa de homicídio contra um motorista de van em junho de 2005.

Nesse mesmo julgamento também foram inocentados o ex-deputado estadual Natalino Guimarães, irmão de Jerominho e Luciano Guimarães filho do ex-parlamentar. Assim sendo, a absolvição ocorreu em audiência na 3ª Vara Criminal, após decisão tomada por jurados.

Após julgamento os jurados entenderam que não houve participação no crime

Na sentença, o júri reconheceu que houve a tentativa de homicídio do motorista de van Rodrigo Silva da Costa. A vítima sobreviveu ao crime. Entretanto, em virtude da maioria de votos, os jurados entenderam que Jerominho, Natalino e Luciano não participaram do crime.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), informou que o ex-vereador deixou o complexo penitenciário de Gericinó, por volta das 17h45 da última quinta-feira 25/10. Jerominho estava preso desde dezembro de 2007 acusado de formação de quadrilha e de chefiar uma milícia, dessa forma também esteve preso em um presídio de segurança máxima. Entretanto retornou ao sistema penitenciário do estado em março de 2017.

Deixe uma resposta