Arco Metropolitano: Rodovia passa por estado de abandono

O Arco Metropolitano do Rio passa por um momento bastante delicado e difícil. A parte inaugurada em 2014, hoje, sofre com falta de segurança e abandono.

Após 4 anos desde a sua inauguração, o Arco Metropolitano é cenário de muitos assaltos e, segundo O Globo, a falta de iluminação e a violência aumentaram bastante entre Duque de Caxias e Itaguaí.

O Trecho possui 71 quilômetros de rodovia, e custou cerca de R$2 bilhões. Contudo, foram gastos em média R$ 96 milhões, só com iluminação.

Leia mais sobre:

Rio inaugura ArcoMetropolitano

Via do Arco Metrolitano sofre com depredações e roubos

Arco Metropolitano sofre descaso

Além dos inúmeros assaltos a mão armada, a via sofre com diversos problemas que refletem em depredação, vulnerabilidade e perigo. Ela foi criada com o intuito de de interligar algumas estradas e cidades da Baixada Fluminense, até o Porto de Itaguaí.

Dessa forma, o trânsito se manteria melhor e menos caótico, facilitando bastante a rotina dos cariocas. Segundo informações do G1, quando inaugurado, cerca de 35 mil veículos deixaram de passar pela Via Dutra, Avenida Brasil e Whashington Luis, por dia.

Hoje, a previsão é de 30 mil veículos passando diariamente pelo arco, mas somente a metade realmente tem a coragem ou a necessidade de passar por ali, sabendo dos riscos.

Diante disso, nota-se que a realidade é bem diferente de quando o arco foi inaugurado. Além de todos os adversidades mencionados anteriormente, caminhões de carga também são alvo de bandidos, naquele trecho.

Estruturação Irregular

Outra questão abordada e que causa temor, são as construções irregulares estruturadas no entorno do arco. Um exemplo, é a construção na faixa de domínio estradal, em Duque de Caxias, conforme mencionado pelo G1.

Acessos irregularres também fazem parte desse problema, uma vez que, muitos caminhões utilizam dessas “brechas” como forma de facilitar sua locomoção na via.

Saiba mais:

Arco abandonado por falta de segurança

Deixe uma resposta