Ferramenta sobre violência é lançada no Rio

A ferramenta sobre violência foi lançada no RJ na última quarta-feira 31/10 pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Chamada de #observasegurança, a plataforma tem por objetivo acompanhar a situação da segurança pública no estado. Após dois anos de trabalho da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da instituição será possível localizar informações sobre denúncias, crimes e prisões no período entre 2013 e 2017. 

Em entrevista concedida a Agência EBC de Comunicação. O Diretor Marco Aurélio Ruediger afirma que: “A informação é o elemento central para ter o entendimento correto e eficaz de combate ao crime, que hoje tem um nível de sofisticação, que eu diria que se aproxima de ameaçar instituições. Nós temos que coibir, desmontar para que [a violência] não se torne, de fato, algo ainda mais danoso para a sociedade brasileira.”

O principal objetivo dessa plataforma é dar visibilidade aos dados de projeto de pesquisa. Assim sendo, há a intenção de oferecer um panorama no que tange a denúncias anônimas de situações que possam envolver violência e/ou criminalidade. Como por exemplo, crimes registrados em Delegacias de Polícia e informações sobre prisões no estado.

Esse projeto tem parceria com o Disque Denúncia, o Instituto de Segurança Pública (ISP) e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP). Pois esses órgãos foram responsáveis pelo fornecimento de dados utilizados no #observasegurança.

Ferramenta sobre violência permitirá filtrar informações de diversas formas

Essa ferramenta se divide em três abas, sendo: Denúncias, crimes e prisões. Ela permite, desse modo, que o usuário possa usar filtros para determinar o tipo de informação que deseja. Por exemplo, entre os dados disponíveis estão tipos de crimes por período e localidade.

Assim também é possível conferir várias informações. São elas: tipos de denúncia mais registradas no último ano, assim como o número de vítimas e até mesmo os deslocamentos dos presos de suas casas até os locais do crime.

Deixe uma resposta