Mais da metade da frota da PM está parada

Mais da metade da frota da PM está parada. 52% dos veículos da corporação estão fora de circulação. Polícia Militar nega o fato.

Os dados são do Ministério Público que constatou mais de 400 veículos parados por falta de manutenção ou avarias. Moradores de vários bairros reclamam da falta de policiamento. Há locais onde a ronda era feita por viaturas, e atualmente, isso não ocorre mais.

“Muito assalto. Você não pode ficar aqui dando bobeira aqui depois de 18h que é assaltado. É roubo de carro, é roubo de moto. É pedestre, é tudo. Você não tem segurança nenhuma aqui”, disse uma moradora.

Para o presidente da Associação de Praças e Bombeiros, Vanderlei Ribeiro, a falta de viaturas é um risco para população e para o policial.

“O carro constantemente enguiça nas ruas. Quer dizer, há necessidade de manutenção porque o carro roda muito. É muitos locais que ele tem que patrulhar. O policial tem que ter uma viatura em condições de uso. O governo do estado acabou com o convênio que tinha com a empresa que fazia a manutenção. Para que o policial tenha maior segurança, se não ele não vai poder oferecer uma segurança de qualidade se ele está desprotegido por parte do estado”, afirmou Ribeiro.

A PM rebateu a informação, e alegou que somente 20% dos veículos estariam fora de serviço. De acordo com a corporação, outros 750 carros estão em processo de compra.

 

Deixe uma resposta