Porteiro é incendiado por morador de condomínio, onde trabalhava

Porteiro é incendiado no Rio, e corre entorno de 300 quilômetros para pedir socorro. Além disso, segundo informações, rapaz foi socorrido pela própria mãe.

Jefferson Quintanilha Souza, de 23 anos, é porteiro e estava trabalhando quando o morador Marcelo Cavalcanti Gomes, foi até seu encontro, jogou gasolina no rapaz e, com um isqueiro, ateou fogo.

O homem acusado do crime, conseguiu fugir e já é considerado foragido da Polícia. De acordo com as imagens e vídeos, o criminoso age normalmente e depois sai de forma bem tranquila.

Porteiro é incendiado em Teresópolis, Região Serrana do Rio

Segundo informações do Hospital das Clínicas de Teresópolis (HCT), o jovem teve 60% do corpo queimados e o seu estado é considerado grave.

Posto isso, relata-se que a primeira reação do jovem foi sair correndo em direção a sua casa, onde foi socorrido pela própria mãe com ajuda de vizinhos.

De acordo com o G1, o caso está sendo investigado pela 110ª DP. Além disso, a Polícia Civil ainda não divulgou a motivação do crime.

Quem souber alguma informação sobre o foragido, favor, entrar em contato através do número: (21) 2742-7755

Leia mais:
Rio tem um ônibus incendiado a cada 3 dias

Corpo de Bombeiros divulga calendário da taxa de incêndio 2018

Deixe uma resposta