Soldado do RJ é torturado em ‘trote’ e tem que retirar testículo

Um soldado do 27º Batalhão de Infantaria Paraquedista sofreu torturas nas dependências do Exército em maio de 2016, mas o caso ainda segue na Justiça Federal.

O calouro, convocado por um grupo de cabos, foi agredido no alojamento de superiores, após ser imobilizado. As torturas aconteciam diariamente, segundo relato da vítima. A violência das agressões resultaram em uma cirurgia, que fez o rapaz retirar um dos testículos.

Depois de toda a violência sofrida, quando recebeu alta, o soldado teve que retornar aos serviços. A vítima sofreu ameaças e perseguição, que resultaram em instabilidade psicológica no rapaz. Embora 18 cabos tenham sido denunciados, apenas oito foram indiciados em um Inquérito Policial Militar.

Deixe uma resposta