Uber ofende e abandona passageira cega

Um motorista do Uber é acusado de negligência pela jornalista e Youtuber, Nathália Santos, no último dia 31. Ela diz ter sido abandonada por um motorista do app de transportes após se desentender com ele sobre o uso do ar condicionado. Nathália é conhecida pelo público pela participação no programa Esquenta da TV Globo.

Nathália, que é cega, pediu ao piloto que desligasse o ar devido à sua alergia. Por três ocasiões, o motorista não só não o desligou como chegou a aumentá-lo. Diante dos protestos da passageira, ele a ofendeu, disse que sua cegueira “era castigo” e a fez descer do automóvel, sem informar em que região ela estava.

Passageira do Uber foi largada longe do destino final

A jovem conta que foi ajudada por pedestres, comerciantes dos quiosques da região e de oficiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Ela faz diariamente de Uber, o trajeto Ipanema-Botafogo, só que quando foi largada ela estava em Copacabana. A saída de Nathália do carro foi tão repentina que a bengala usada por pessoas cegas acabou ficando no carro. Já o motorista, atirou o objeto pela janela.

Em comunicado, a Uber disse que descredenciou o motorista em questão e entrou em contato com a jornalista pedindo desculpas.

Deixe uma resposta