UPP Camarista Méier é desativada

A UPP Camarista Méier, localizada no complexo do Lins na Zona Norte do Rio de Janeiro foi desativada na última terça-feira (04/09). O encerramento da Unidade de Polícia Pacificadora da região é parte do processo de realinhamento estratégico operacional. Esse procedimento é adotado pelo gabinete da intervenção federal em curso no estado.

No lugar da UPP, uma companhia destacada integrada ao 3°BPM (Méier) passará a atuar no patrulhamento da região. De acordo com a Polícia Militar, durante a reestruturação do modo de atuação serão avaliados alguns aparatos de logística e operação da Unidade de Polícia Pacificadora. O objetivo disso é para que se possa verificar o que poderá ser reaproveitado.

UPP é a 5ª a ser desativada

Com o encerramento das operações policiais na Unidade de Polícia Pacificadora Camarista Méier, chega a 5 o número de UPPs que foram descontinuadas. Anteriormente já haviam sido encerradas as atividades das UPPs do Batan, Cidade de Deus e Vila Kennedy. Essas, são localizadas na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Além da UPP Mangueirinha, localizada na comunidade de mesmo nome em Duque de Caxias na Baixada Fluminense, essa era a única UPP em atividade na região.

Em agosto uma das bases da UPP do Complexo do São Carlos, na região central da cidade já havia sido desativada. Esse processo foi feito devido a baixa eficácia, uma vez que a unidade não possuía blindagem. Além disso, ela é situada no alto da comunidade deixando assim o policiamento isolado e os policiais dispersos, conforme informações do porta-voz da Polícia Militar Major Ivan Blaz.

O Ministro da segurança pública Raul Jungmann, ao anunciar a reformulação e extinção de algumas das UPPs afirmou que as prioridades no momento são “ reduzir , melhorar aquelas que estão em condições de serem efetivamente melhoradas, trazer mais policiamento para as ruas e colocar grupamentos ou destacamentos que vão permanecer dentro da comunidade” .

Deixe uma resposta