Pesquisa mostra aumento nos casos de abandono escolar

Pesquisa realizada pelo Inep, mostra aumento nos casos de abandono escolar, realizado por adolescentes – menores infratores, no Rio. 

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), contabilizou alguns números que retratam uma realidade muito triste.

No Rio de Janeiro, jovens e adolescentes envolvidos com crimes, estão abandonando a escola cada vez mais cedo. Posto isso, fica evidente na pesquisa que o ambiente escolar tem sido visto, por eles, como desinteressante e descartável.

Abandono escolar: Educação x Crime

Segundo o site R7, os dados com relação a evasão escolar é realmente muito preocupante. Contudo, quando esse número anda lado a lado com jovens que estão envolvidos com crimes, a situação fica ainda pior.

Posto isso, a Vara da Infância e da Juventude do Rio, contabilizou que, dos 3.223 adolescentes apreendidos até maio de 2018, 83% já tinham deixado a escola.

Dessa forma, a maior parte dos adolescentes abandonou a escola, antes de entrarem para o mundo do crime.

Portanto, a realidade é cada vez mais cruel, uma vez que, esses jovens estão infringindo a lei cada vez mais cedo.

Trabalho Proativo

Segundo informações, um grupo foi criado com apoio do Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria municipal e estadual de educação, com o principal intuito de descobrir as razões do abandono escolar.

Dessa maneira, o projeto vai reunir profissionais de toda área de educação, visando prepará-los para essa questão. Assim, o “apoio” à restauração, engloba fatores que pretendem entender, preparar e sanar esse problema.

Leia mais:
Número de internação de menores infratores no Degase é ampliada

Medidas Socioeducativas para o menor infrator

Deixe uma resposta