Lives seguem em queda e busca vem diminuindo

A busca por lives, que tomaram conta da internet nesse período da pandemia, cada vez perde mais força. É o que apontam os dados da plataforma Google Trends, que monitora as palavras-chave mais buscadas na internet. A ferramenta mostrou que o auge aconteceu no dia 19 de abril, quando a busca pelas transmissões era quatro vezes maior do que atualmente.

Um levantamento feito pelo G1 notou a tendência negativa ainda no fim de maio. Porém, teve uma ligeira subida no meio de junho, com as lives do dia dos namorados. Mas, em geral o índice só cai. Isso, visto que as buscas pela palavra live sempre sobe nos finais de semana, mas o patamar tem sido cada vez menor.

Um produtor do mercado sertanejo, que pediu para não ser identificado, declarou para o G1 que: “Algumas já começaram a dar uma saturada. Às vezes o artista está na terceira live. O cara patrocinou as três, aí cai na redundância uma hora, e a galera vai tirando o pé”.

Ainda em maio, já era possível ver como o interesse foi caindo ao comparar as audiências da primeira e da segunda transmissão de cada artista.

Brasil liderou ranking das dez maiores audiências em lives

O YouTube divulgou o ranking atualizado com as dez lives de maior audiência da história da plataforma. Todos os números foram alcançados durante o período de quarentena (entre abril e maio – quando começaram as Lives) e o Brasil ocupou sete das dez primeiras posições.

Confira ranking:
1 – Brasil – Marília Mendonça – 8 de abril – 3,31 milhões
2 – Brasil – Jorge & Mateus – 4 de abril – 3,24 milhões
3 – Itália – Andrea Bocelli – 12 de abril – 2,86 milhões
4 – Brasil -Gusttavo Lima – 11 de abril – 2,77 milhões
5 – Brasil – Sandy & Junior – 21 de abril – 2,55 milhões
6 – Brasil – Leonardo & Eduardo Costa – 1 de maio – 2,52 milhões
7 – Coreia do Sul – BTS – 18 de abril – 2,31 milhões
8 – Brasil – Marília Mendonça – 9 de maio – 2,21 milhões
9 – Brasil – Henrique & Juliano – 19 de abril – 2,06 milhões
10 – Coreia do Sul – BTS – 19 de abril – 2,03 milhões

Deixe uma resposta