Vazamento de dados na internet pode ser evitado, veja

De acordo com um estudo do Instituto de Segurança e Privacidade (CyLab) da Universidade de Carnegie Mellon, a maioria das pessoas não costumam trocar as senhas mesmo depois de serem avisadas de um vazamento de dados. Para o estudo, pesquisadores utilizaram dados de voluntários que compartilharam informações de navegação. Ao todo, 249 participantes que se inscreveram por meio do Observatório de Comportamento de Segurança fizeram parte do conjunto analisado, com informações coletadas entre janeiro de 2017 e dezembro de 2018.

Os voluntários deram acesso amplo ao que faziam em seus computadores. O que incluiu o histórico completo de navegação, senhas utilizadas para fazer logins em sites e aquelas que ficavam armazenadas nos gerenciadores de senha embutidos nos navegadores.

Com base na análise, os pesquisadores apontaram que 63 das 249 pessoas tiveram suas contas vazadas em brechas que foram anunciadas publicamente. Somente 21 pessoas trocaram suas senhas. Dessas 21 pessoas, apenas 15 fizeram a troca dentro do período de três meses após o anúncio de vazamento. E, apenas 9 escolheram uma combinação mais forte. O restante criou senhas similares ou até mesmo mais fracas, geralmente reutilizando sequências de caracteres de suas credenciais antigas ou usando combinações similares a outras senhas que já estavam armazenadas em seus navegadores.

Saiba como se prevenir do vazamento de dados

Use senhas e e-mails diferentes: usar diferentes endereços de e-mail e senhas significa que os detalhes de suas contas mais importantes (como Google ou Apple), não estão misturados com os detalhes das contas menos protegidas que você provavelmente já esqueceu. Usar e-mail é uma opção, para que você possa configurar vários endereços e todos irem para a mesma caixa de entrada.

Atualize suas senhas: outra medida útil contra a possibilidade de vazamentos de dados é alterar senhas regularmente.

Encerre as suas contas: é muito fácil deletar aplicativos e esquecer das contas que criou para usá-los. Aquele serviço de aprendizagem de idiomas que nunca usou direito, aquele quiz estranho do Facebook, o aplicativo de e-mails que você costumava pagar… Quando tiver desistido de uma conta que usou anteriormente, não apague o aplicativo do seu celular e esqueça do resto. Certifique-se de passar por todo o processo de exclusão da conta para que seus detalhes sejam apagados dos servidores deles. Isso significa que sua exposição a possíveis hackers e vazamentos de dados será muito menor. E, mantenha sistemas operacionais dos dispositivos sempre atualizados.

Deixe uma resposta