Baixada Fluminense vai ganhar projeto Segurança Presente

Á Baixada Fluminense vai ganhar, em breve, reforço na Segurança Pública da região, esta abrange 13 municípios e tem cerca de 8 milhões de habitantes. Na última quinta-feira (13), durante a segunda audiência da Frente Parlamentar em Defesa da Baixada Fluminense, na Câmara Municipal de Nova Iguaçu, o governador Wilson Witzel (PSC) anunciou a expansão do projeto Segurança Presente para a região. Esse projeto é uma parceria entre o Governo do Estado e a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ).

O aporte de verba da ALERJ irá ajudar a custear a implementação do projeto, além disso, os primeiros municípios a receber o Segurança Presente são: Nova Iguaçu com 550 agentes, os municípios de Duque de Caxias e São João de Meriti atuarão com 340 agentes cada. As demais cidades da região serão contempladas pelo projeto, ainda assim, todo o quantitativo de agentes por município será divulgado em breve.

Policiais recém-formados já deverão atuar em regiões da Baixada Fluminense

De acordo com o governador Witzel, já que se aproxima a formatura dos praças convocados no início deste ano, alguns agentes já terão como destino a Baixada Fluminense para reforçar o efetivo dos batalhões da região. Witzel fez questão de enfatizar a chegada do projeto de Segurança Pública: “Esta é mais uma parceria onde há um trabalho para encontrar recursos do orçamento. Serão centenas de policiais em toda a Baixada Fluminense, além do aumento do efetivo para a Polícia Militar nos próximos dois anos. Serão quase 200 policiais militares neste primeiro momento.”

Já o presidente da ALERJ, André Ceciliano (PT), afirmou que serão repassados cerca de R$ 150 milhões do orçamento anual para o Governo do Estado. De acordo com o parlamentar, a ALERJ irá custear nos próximos dois anos a contratação de mais de três mil policiais militares e civis, e além disso a compra de 30 novos blindados compactos. Ceciliano fez questão de ressaltar sobre: “O Executivo e o Legislativo precisam estar de mãos dadas para que o estado possa avançar. Vamos fazer algumas parcerias com o Governo do Estado nas áreas da saúde, segurança pública e da educação.”

Outros batalhões também receberão reforços

Além disso, também foi anunciada a chegada de 40 novos policiais até o fim deste mês ao 20° BPM (Mesquita), já que é o responsável pelo policiamento em Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis. Entretanto também haverá reforço em outros cinco batalhões da região. O 15° BPM (Duque de Caxias), o 39° BPM (Belford Roxo) e o 21° BPM (São João de Meriti), vão receber 40 policiais cada. Mas os Batalhões 34° BPM (Magé) e o 24° BPM (Queimados) receberão mais 16 militares.

2 comentários em “Baixada Fluminense vai ganhar projeto Segurança Presente”

  1. Boa noite a todos .OS policiais da polícia presente pode fazer blitz no trânsito. Fui abordado em uma em Caxias. Tive um ploblema no passado na justica ai eles começaram a falar Alto qual era minha passagem deixando eu constrangido dedo ai que ta tudo escrito no celular deles.

    1. Que lamentável a sua situação, Jorge. Infelizmente eles usam da autoridade para se portar grosseiramente com as pessoas, e nós sabemos que isso geraria processo administrativo se levado a diante. Fique atento que os policiais do “Bairro” Presente podem fazer as blitz de trânsito, só não podem mais rebocar o carro por documentos atrasados. Obrigada pela sua interação, confira nossos demais conteúdos. Estamos aqui diariamente.

      Forte abraço e até a próxima pauta.

Deixe uma resposta