Cidadania

Buscas pelo termo “racismo” aumentam, aponta Google

Karen de Souza Venancio
Escrito por Karen de Souza Venancio em 10 de setembro de 2020
Buscas pelo termo “racismo” aumentam, aponta Google

Segundo o Google, buscas pelo termo “racismo” aumentaram em 2020 no Brasil. O estudo realizado pela ferramenta de pesquisa, registrou número recorde de procura sobre o tema em junho deste ano.

O crescimento nas buscas por racismo surgiu com os casos de violência contra negros. Isto, dentro e fora do país. Como a morte do adolescente de 14 anos, João Pedro, baleado durante operação policial na região metropolitana do Rio de Janeiro em maio. Ou como o caso de George Floyd, estrangulado por um policial branco no mesmo mês em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Com isso, o estudo registrou também recorde nas pesquisas sobre violência policial na última década. E também os termos “Black Lives Matter” em inglês e “Vidas Negras Importam” em português. Outros assuntos ligados ao racismo também despertaram o interesse dos brasileiros. Entre esses, “privilégio”, “privilégio branco” e a pergunta “o que é racismo estrutural?”. 

O Google é a principal ferramenta de pesquisa no país. É o que aponta a StatCounter, empresa de análise de dados da web. Ao todo 96% das buscas são realizadas na plataforma. Deste modo, o estudo sobre os picos de interesse sobre racismo demonstram que é crescente a procura por justiça racial pela população no geral.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”