Cidadania

Calote: Rio 2016 deve R$ 4,3 milhões ao Galeão

Fernanda Felix
Escrito por Fernanda Felix em 15 de janeiro de 2017
Calote: Rio 2016 deve R$ 4,3 milhões ao Galeão

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos RIO 2016 entregou o Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim – o Galeão – com danos, instalações inacabadas e dívidas até na conta de luz. Ao todo, são R$ 4,3 milhões em dívidas com o aeroporto oficial da competição.

O estacionamento externo do aeroporto foi entregue com postes caídos, asfalto quebrado, totens automáticos e pinturas danificadas. De acordo com a administração do Galeão, o local era por onde circulavam os ônibus da família olímpica.

Uma equipe formada por profissionais da RIO 2016 e do Consórcio Rio Galeão, responsável pelo aeroporto, analisaram os danos para calcular o valor da dívida e, assim, chegar a um acordo entre as empresas, porém o Comitê RIO 2016 abandonou o Aeroporto sem nenhum reparo. O Consórcio Rio Galeão estuda uma maneira de processar o comitê organizador dos jogos.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem Somos

“Nosso foco é informar com senso crítico tudo o que existe de mais importante na área da segurança, saúde, emprego e do ir e vir do cidadão brasileiro.”